quarta-feira, 7 de julho de 2010

os três

Estou subindo a Álvaro de Carvalho para ir ao banco e de repente me sinto instigada a parar, mas não paro. Olho os três homens com curiosidade, reparo em tudo que posso até cruzar com eles, absorvo. São segundos, tão poucos! Eles também me olham, mas com olhares de estranhamento. Me recriminam? É que eu sou a mulher de cabelos curtos, unhas pretas, roupas justas e gloss nos lábios, e eles são três caras de túnicas de algodão cru até o tornozelo, cabelo e barba sem corte, sandálias de couro gastas e um acessório na cabeça semelhante ao quipá. Ou era o próprio? Fica a dúvida, entre outras. Teriam caído de paraquedas de um avião vindo do Oriente Médio e estariam perdidos na Ilha? Eu não sei e não fiquei para perguntar aos três. Com aquelas caras de sai daqui, pecadora!, acha que eu me arriscaria? Eu não.

7 comentários:

Ana B. disse...

uehehehe

e é complicado fazer cara de "sai daqui, conservador"

=p

Lana disse...

No centro de SP tem uma igreja franciscana (se não me engano) e o pessoal anda com roupas de algodão e o cabelo cortado e raspado no alto da cabeça. Como é perto do centro histórico, eu achava que eram atores hahahaha.

Beijo!!

Luna Sanchez disse...

Devem estar em missão especial, procurando um alma desviada para salvar...ui, que medinho!

oO

Rs

Beijocas!

ℓυηα

Allyne Araújo disse...

rsrsrss no mínimo, levando em consideração que la as mulheres so sao vistas em roupas assim em 4 paredes ou nos locais onde se é permitida esse tipo de roupa, eu digo q ou eles te acharam linda, e queriam levar para casa (agora eu fui longe!), ou queria te apedrejar... srsrsrs
mesmo assim.. tu gostou da experiência de vê pessoas vestidas assim?
rsrssr beijooooooo Li!!!

Eraldo Paulino disse...

SRsrsrsr

E no final a estranha ainda é você?

rsrs

Bjs que catequizam por e com prazer!

Crônicas do Cotidiano disse...

(risos).

Que encontro hein... Três pobres e desavisados barbados e uma singular mulher em lugar inesperado!
Bjaumm

Alline disse...

Ana:
Nossa, muito complicado! Preferi cara de paisagem.
huehuhuhee

Beijos!

----------

Lana:
rsrs
Essa foi boa!
Esses moços que eu vi, se fossem atores, estariam muito bem caracterizados. E aquela cara de mau me convenceu, sabe?

Beeeijo

----------

Luna:
Desde que não seja a minha alma tá tudo bem. Eu nem se sei ainda tenho jeito, mas com certeza não seriam eles os meus salvadores. rsrs
Bem que fiquei intrigada com a presença deles ali, paradinhos na saída do estacionamento das Americanas. Bizaaaarro.

Besones!

----------

Nine:
Eu fico com a terceira opção, pelo jeito que me olharam... ai, que medo!
Mas achei bacana vê-los, e como eu disse pra Luna - queria saber por que estavam ali. Seriam refugiados? Estavam visitando alguém? Tem uma comunidade muçulmana até que grande na cidade, mas só as mulheres andam com a cabeça coberta e de manga comprida, e o resto da roupa não chama muito a atenção. E todos os que costumo ver parecem ter grana.

Beeeeeeijo, querida!

----------

Eraldo:
Tás vendo como são as coisas? hehehe
Mas é cada louco com sua mania, e cada povo com seus trajes.

Beeeeeeeeeijo!

----------

Crônicas do Cotidiano:
Eu gostaria de ter ficado mais, batido um papo... mas seria difícil conseguir engatar uma conversa. Será que eles entenderiam se eu falasse em inglês? rsrs

Beeeeeeeijo