terça-feira, 13 de julho de 2010

causos bizarros - e reais

I
A moça entrou no consultório do ginecologista para fazer um exame de rotina. Mesmo antes do exame, o médico percebeu um cheiro estranho, desagradável, nauseante... de podre. Fazer o quê? Já que não podia mais se livrar, pediu que a moça se colocasse naquela posição que todo mundo sabe qual é e iniciou o exame. Tchan-tchan! Ele achou um pedaço de carne lá dentro, na vagina dela!!! Chocado e com profundo mal-estar, tirou com pinça o corpo estranho, mandou a moça se lavar no banheiro e depois fez a pergunta que todos fariam: que diabo fazia um resto de bife justo ali? A moça não contou tempo para explicar que aquilo era uma simpatia que lhe fora ensinada por uma amiga. Bastava enrolar um bife e inserir na dita cuja, esperar três dias, fritar a carne "suculenta" e depois chamar o pretendente pro almoço. Era tiro e queda. Tiro e queda foi a infecção que ela arrumou, isso sim.


II
A moça, que não é mais a de cima, conheceu o moço numa festa. Beberam, dançaram, se divertiram juntos a noite toda. Sendo ele um espécime com carro de luxo e polpuda conta no banco, ela achou que não haveria problema - muito pelo contrário - em esticar a balada no apartamento dele. Ela disse sim e embarcou. O apartamento era tudo que ela tinha sonhado, e a moça sequer mostrou-se surpresa com a camisola fina sobre a cama. Pensou, toda convencida, que ele havia pressentido o encontro deles, e vestiu camisola sem hesitar enquanto ele ia um instante ao banheiro. Minutos depois, ele voltou. Trazia nas mãos uma bandeja de prata com o produto de sua ida ao sanitário e ofereceu-o graciosamente - com uma arma apontada para a cabeça da moça. Ou ela comia ou...
Ela comeu, e nunca mais se deixou levar pelos convites aparentemente inofensivos dos moços de boa família da cidade.

9 comentários:

Ana B. disse...

caraaaaaaaaaaaaaaaa

tô abismada, horrorizada, enojada e me sentindo uma pessoa muito normal!

pelo menos essa última parte é boa!

hahaha

beijo!

Eraldo Paulino disse...

E pensar que coisas assim acontecem bem ao nosso lado...

Outro dia eu vi um garoto cuspir na parede, esperar escorrer e lamber seu "feito"...

Daí eu pensei: não preciso ver mais nada nesse mundo.
Depois pensei de novo: Sei que isso não é verdade!

Bjs!

Zombie Boy disse...

Por isso q só saio com vizinho e primos, pois já conheço...hsuahsuahsu

Sylvia Araujo disse...

Argh! Urgh! Ecow!

Beijo rs

Luna Sanchez disse...

Caramba, que trash! oO

O caso ginecológico mais nojento que eu conhecia, até então, era o de uma colega de trabalho que saiu para beber com uns amigos e chegou em casa podre, já dormindo. Só pela manhã "lembrou que tinha esquecido" um OB lá dentro e, de tão "carregado" ele não saía de jeito algum.

Teve que ir ao ginecologista para tirar.

Eca!

=**

ℓυηα

Michele P. disse...

Alline

Trabalhei em uma clínica de ultrassonografia e já vi e ouvi cada coisa que é de ficar com o cabelo em pé!
Nada mais me assusta. rs


Bjs!

Marco Henrique Strauss disse...

Casos bizarros? É pouco. Bizarros, reais e grandiosamente nojentos. HAHAHAHAHAHAHA

Paulo César Nascimento disse...

Nossa! O café coado na calcinha era a simpatia que eu conhecia... por isso que fora de casa é melhor tomar nescafé. ;-)

Alline disse...

Ops, que chato... achei que tinha respondido...

Ana:
Viu só? Somos todos normalzinhos perto disso.

Beijo!

-----------

Eraldo:
Nós ainda vamos ver muita coisa nesta vida, coisas como esse guri porquinho aí. Eca! rs

Beeeeijo!

-----------

Zombie:
Os conhecidos nunca te surpreenderam?

-----------

Sylvia:
Puxa, eu devia ter posto um alerta antes desse post... do tipo "lá vem nojeira". rsrs

Beeeeijo

----------

Luna:
Trash cabeludo, bem assustador. Não houve nem nunca haverá aqui algo igual, sem dúvida.
Mas esse OB esquecido é nojentão, hein? E que chato ter que ir ao gineco com aquilo lá, com a cara e a coragem. Irrrc! huahuahauhaua

Beijo y beijo pra ti!

-----------

Michele:
Agora você me deixou curiosa... não vai contar um causo, não? ;)

Beeeeeeeeijo

-----------

Marco:
Escolhidos a dedo, né? Pior que são reais... =|

-----------

Paulinho:
Simpatias light como essa eu conhecia. Agora a do bife foi de cair da cadeira, hein?
Se eu fosse você também parava de comer bife na rua. rsrs