quinta-feira, 18 de março de 2010

Enigma

O sol se põe
em meus seios
pérfido

Recito:

Envolve-me
Beija-me
Suga-me

Devora-me
Decifra-me
se és capaz.

9 comentários:

vida cotidiana disse...

Demais hein?
Um sutil que de sensualidade....
Bjs!!!

Lucão disse...

Pois sim, quanta sensualidade, Alline!

legal ver disso aqui tb.
gostei!
;)

Alline disse...

Ana:
Tô querendo mais poesia na minha vida. Vamos ver se trago mais versos. ;)
Beijos

Lucão:
Visse? Aqui tem coisas e... coisas.
E essas outras coisas estão presentes em contos também. Um dia comento direito isso.
Beeeeijo

Allyne Araújo disse...

poesia show!!!!!!!! adorei dona alline!!!! parabens!!!!! bjos!!!!

J. disse...

Meio esfinge, né? Gostei!

Beijos.

Luna Sanchez disse...

Ui! =)

=**

ℓυηα

Alline disse...

j.:
Completamente. ;)
Beeeijo

Luna:
Palavras pontiagudas?
Eu tenho meus momentos pontiagudos. Mágicos.

Beijão!

Milene disse...

E os contos? Podias colocar alguns por aqui de vez em quando, né?!
Beeeeiiijos!!

Alline disse...

Oi, Milene!
Coloco, sim. Só evito quando são textos grandes, porque acho cansantivo (pelo tamanho da coluna fica uma tripa comprida demais... rs).
Pô, brigada pela força. =DD
Beijos