quarta-feira, 3 de março de 2010

Adivinha...

Num dia escrevo sobre minhas escorregadelas vida afora. No outro... Só pensei: Isso merece um post.

Saltos acrobáticos fora da competição

ou

Quem tá na chuva é pra se molhar

ou

Alline desequilibrada da Estrela
(a boneca que errou o pulo)

Foi assim:

Tava esperando o ônibus parar, já na porta, pronta pra abandonar o barco, digo, o ônibus. Segurava a sombrinha, daquelas superpoderosas e espaçosas, na mão direita. Não dava pra enxergar muita coisa lá fora, porque quando o toró cai as janelas se fecham. That's it, baby. O ônibus parou. Minha preocupação era sair e conseguir abrir a sombrinha antes que o motorista tocasse o carro. E era chuva! Daí foi tudo numa velocidade que não deu pra raciocinar sobre o que fiz - de errado - primeiro. Não sei se foi por eu ter usado a mão direita pra abrir a sombrinha e ao mesmo tempo querer me segurar, ou se foi a bota velha e com solado liso que deslizou na escadinha de metal encharcada. Eu só sei que me estabaquei como há tempos não fazia. Na chuva! Fui perdendo o equilíbrio, me entortando no ar e caí direto de joelho no asfalto. Ui... doeu, viu? E quem diz que eu tinha coragem de me levantar? Esperei o ônibus sair do lugar, mas o motorista ficou esperando pra ver se eu estava viva ainda. Será que tá todo mundo olhando pela janela? Ai, que vergonha! Tive que juntar o saco de batatas, euzinha, esticar o joelho e me mexer. Só assim pro ônibus seguir. A essas alturas eu já tava toda molhada mesmo, mas ainda levei uns chuás dos motoristas que passavam na Beira-Mar. Àquelas alturas eu ria. Ia fazer o quê? Olhei pra calça. Não rasgou! Só o joelho que doía, e doía e doía. Em casa tirei uma foto pra guardar de recordação. Mais um tombo pra coleção. Êêêêêêêêê!!!!!!

A prova do crime.


10 comentários:

Flávia Fayet disse...

Tinha q ser tu! Hahaha Pior q eu transpiro demais, pés e mãos pingam (tenho hiperhidrose), usar sandália Melissa jamaisssssss, Havaianas meia boca, ganhei uma prata d Natal, linda, mas como sou teimosa uso, até suar mto e fazer barro! Hahaha Ontem coloquei e sai com o Bernardo, resultado? Torci meu pé dum jeito q o chinelo parou emcima do pé! E doeu! Buah

Beijossss

Alline disse...

Flávia, vamos formar uma dupla? Caidona e Torcidinha? Melhor: vamos nos cuidar... que tal? Amanhã eu pego o mesmo ônibus... tomara que não chova. rsrs
Te cuida.
Beeeeeeeeeijo!

Reyel Angel disse...

Ai! Deve ter doído mesmo. Nem sei como vc conseguiu andar depois. A última vez q eu bati com o joelho, tive que esperar a dor passar p me erguer.
Bjos na alma!

Carmem Tristão disse...

mulher!!!!!!!! força do pensamento é contigo mesmo hein!!!!!!!!! então pensa junto comigo aí: "a gente vai ganhar na loteria. a gente vai ganhar na loteria" rsrsrsrs

Allyne Araújo disse...

kkkkkkkkkk.... eita! a sorte e que era chuva, se nao... srsrrs beijos!

Nó! disse...

ahhh, eu te entendo
eu vivo caindo

mto chato isso =/
mas banho de enxurrada eh o pior
ecaaa, nojinhoo

ainda bem q nao rasgou a calça, qdo caio de joelho sempre preciso transformar em short
pior qdo não caio de joelho com a mão no chão e corto a mão
haha

mas parabéns por aproveitar a experiência e fazer dela um post massa

x)

Alline disse...

Reyel:
Tava chovendo tanto e eu tava com tanta vergonha que não ia conseguir ficar ali parada. Ainda bem que hoje tá melhorzinho o meu joelhote velho de guerra.
Brigada pela força, viu?
Beijão!

Carmem:
Mas não vamos entrar em bolão, certo?
Meu pensamento, nesse caso específico, ainda está pra funcionar. Um dia, um dia. ;)

Allyne:
Isso, a chuva amenizou bastante. Então eu posso dizer que ainda tive sorte, não?
Beeeeijo

Nó:
Os dois mais engraçados foram num lugar que trabalhei há alguns anos. O primeiro foi quando fui correr atrás de um colega no hall do prédio e caí, quase batendo com a cabeça na bunda dele. O outro, foi quando estava descendo (a empresa ocupava dois andares do prédio) do estúdio pra criação. Não sei como, mas escorreguei, caí e fui bater com tudo na porta. Fez um barulhão! Quando abriram a porta, eu já estava de pé, com cara de quem acabou de cair e levantou rapidinho. Impossível disfarçar. rsrs
Ainda bem que a gente ainda tem do rir depois, mesmo que a calça seja prejudicada. Ai, tomara que nunca tenha sido uma das tuas preferidas...
Beeeeeeeeeijo!

Luna Sanchez disse...

Allyne,

Não é para servir de consolo, mas eu sou a personificação da falta de coordenação, sabe? Tenho coleção de histórias de tombos...

Esse tipo de machucado dói taaaaaaaanto na hora do banho, né? =(

Beijos, vai curar logo. ^^

ℓυηα

Alline disse...

Luna:
Bem-vinda à turma. rsrs
Puxa, sabe que o joelho ficou meio ralado, mas por dentro - osso - é que doeu mais? Nem doeu no banho. U-hu!!! E hoje já fiz esteira, entonces não posso reclamar muito.
Beeeeeeeeeeijo

Menina Misteriosa disse...

Alline,
Eu sou o desastre em forma de pessoa.
Tombos como esse, coleciono. E o pior: eu caio de madura, acho que tropeço no ar. Impressionante! o.O
Espero que melhore logo!
Um beijo

http://meninamisteriosa.wordpress.com/
http://www.aceuabertodaboca.blogspot.com/