quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Contribuindo para o bom carma

Há pouco segurei o elevador para a falsa ruiva que fuma do lado de fora do banheiro da sala ao lado e joga fumaça para dentro do banheiro da empresa onde eu trabalho e me irrita profundamente. Complicado, né? O importante é que fiz minha boa ação do dia. E nem doeu.

4 comentários:

Lana disse...

Pra mim, o duro de aguentar os fumantes é justamente isso, eles não percebem, ou fingem não perceber que estão jogando fumaça onde não devem.

Normalmente quando estão no ponto de ônibus tem alguns que se afastam, mas sempre com o vento vindo na direção das pessoas que esperam o ônibus. E o pior: se chega o ônibus, simplesmente jogam a bituca no chão. Grrrr.

vida cotidiana disse...

Você vai para o céu e eu também, hoje conversei com a professora mais fumante do mundo, com ela fumando, engoli toda a fumaça que as minhas células podem suportar, tudo pelo trabalho (boa samaritana eu).
Olha tem selinho para você lá no vida, bjs

Kátia Ruivo disse...

rsrsrsrs
as vezes umas boa ações parecem más, não é mesmo??
rsrsrs

Alline disse...

Lana:
Eu acho que muitos percebem e não estão nem aí - bem naquele estilo "os incomodados que se mudem".
No ponto de ônibus já cheguei a trancar a respiração. Dá-lhe apneia! rs
Cigarro me irrita.

Ana:
Você vai antes de mim, com certeza. Eu não teria aguentado, ia pigarrear, tentar virar o rosto. Uma vez fui tomar cerveja com um amigo e, educadamente, ele perguntou se podia fumar. Respondi que não! Para algumas pessoas posso ter sido malvada com ele, mas penso que preservei a saúde dele e a minha também, que não sou boba. ;)
Beeeijo