terça-feira, 8 de dezembro de 2009

13 FILMES BIZARROS E ADORÁVEIS
- parte 2


(Segundo uma das definições do Houaiss, bizarro é tudo aquilo "que é esquisito, estranho, excêntrico". Como os filmes a seguir. Eu tinha feito um apanhado dos 13 filmes há algum tempo, mas quis voltar, porque são tantos!
)

500 dias com ela OU 500 days of Summer - é uma história de amor desconstruída, com seus vaivéns típicos. Ela não muito apaixonada, ele querendo algo mais do outro lado. Fiquei meio confusa com as idas e vindas das cenas, mas gostei do final. The end melhor que a encomenda.

Monstros OU Freaks, 1932 - chocante! Não há efeitos especiais ou maquiagem. As duas únicas belas figuras convivendo no circo entre seres deformados e diferentes revelam-se os verdadeiros monstros da história.

Primavera, verão, outono, inverno... e primavera OU Bom Yeorum Gaeul Gyeoul Geurigo Bom - muitas lições aprendidas pelo menino que vai morar na casa, no meio do lago, com o velho monge. É filme de silêncios, olhares e significados.

O sonho tcheco OU Czech Dream – Cesky sen - é filme, reality ou documentário? Ainda não me decidi... Mostra como é fácil fazer as pessoas de trouxa. Dois estudantes de cinema inventam um produto - um supermercado - e conseguem vendê-lo com uma estratégia de marketing que leva o povo para a frente do "empreendimento". Perde a graça se eu contar algo mais.

O hospedeiro OU Gwoemul - um lagarto tamanho família sai do rio em Seul pra lanchar as pessoas. Nada a ver com o monstro do lago Ness. Quase comédia.

Mancora - rapaz perde o pai e reencontra a meia-irmã, que chega com marido para visitá-lo. Os três viajam juntos (road movie!!!), e o parentesco vai por água abaixo quando o marido sai de cena, brigadinho com a esposa. Os dois que ficaram, que eram só metade parentes, caem de boca um no outro, e sofrem as consequências disso. O mais bizarro de tudo é que lá pelas tantas dão carona prum carinha com pinta de mexicano que se diz brasileiro do Rio e fuma numa boa um cigarrinho de maconha. Hein?

Vagina dentada OU Vagina dentata - Teeth - filme de terror ou comédia? A jovenzinha tem praticamente uma planta carnívora dentro da calcinha e não sabe como fazer para deixar de ser virgem. Nem eu saberia! Trash total.

Um sonho dentro de um sonho OU Slipstream - vi por causa do Anthony Hopkins. Ele tinha que reescrever um filme, mas começou a ser visitado pelos personagens da trama. Megabizarro! Alucinei.

Meu ano sem sexo OU My year without sex - casal australiano suburbano e meio feioso tenta reavivar a chama da paixão, mesmo que a mulher não possa ter um orgasmo por problemas de saúde, mesmo que a rotina tenha desgastado a relação, mesmo que os filhos tenham piolho, mesmo que... vi achando que era uma comédia rasgada, mas é um drama com pitadas leves de comédia, do tipo "vamos rir pra não chorar".

Persépolis - desenho animado da menina iraniana que não se encaixa nos padrões e vai fazer sua própria revolução. Em preto e branco e com traços simples e fortes.

Adaptação OU Adaptation - Nicolas Cage faz coitado do roteirista que tem a tarefa de adaptar um livro para o cinema. Um livro sobre orquídeas! Pior (ou melhor): a história aconteceu de verdade!

Corra, Lola, Corra OU Lola Rennt - cabelos vermelhos ao vento, lá vai a Lola de Franka Potente pelas ruas de Berlim, sempre ao som de alguma batida techno, para conseguir o dinheiro que vai salvar o namorado. Cult dos cults.

Lucía e o sexo OU Lucía y el sexo - de novo aquela coisa de narrativa não linear, que quase me mata do coração, mas me encanta também. Tem, sim, pinto, xoxota, peito, bunda, mas também tem uma história correndo paralela ao sexo. O namorado dá uma sumida e Lucía acaba numa ilha, se envolvendo em situações que têm a ver com o dito cujo. Beeem complicado.

2 comentários:

Profª Aloizia disse...

Olá???passando para conhecer seu espaço,bem diversificado!!!
Muito bom!!!

Alline disse...

Brigada, Aloizia!!!
É exatamente esse meu objetivo - diversificar sempre, não ficar só num assunto.

Beijo pra ti!