quinta-feira, 15 de abril de 2010

fatos marcantes do Dia M - de mudança

Coisa pouca
Não é uma opção interesante acordar com dor de barriga no dia da mudança, mas quem disse que dá para escolher? Pera aí, intestino, agora não é hora de lambança. Ah, tá... Então eu ficava lá e cá - ajeitando o que faltava e correndo pra resolver o pequeno mal-estar. No fim, o shampoo que ficou esquecido serviu de desinfetante. Melhor que nada, né?

Bola ao cesto
Certa vez comprei uma bola suíça pra alongar. Cor de chiclete. E eu era tão cheia de cuidados que nem a deixava no chão - guardava la pelotita em cima da estante, pra não ter perigo de sujar. Rá! Na hora da mudança, um dos moços, aquele parecido com o Mussunzinho, saiu do prédio quicando a MINHA bola como se fosse de basquete. Pode ter passado em cima de cocô de cachorro? Pooode. Daí que preferi não ficar mais pensando no assunto pra não me irritar. Ela, a bola, sobreviveu à passagem pela rua e aguarda uma passada muito bem dada de pano úmido com álcool.

O banquete
Não tinha comida pra cozinhar, nem fogão. Quer saber de verdade? Quem quer ir pra cozinha nesse dia de loucura? O almoço aconteceu em território novo, só que ninguém pensou que lá ainda não tinha mesa ou cadeira. Aliás, não tinha nada! E eu, que não me guentava mais de pé, fui comer meu sanduíche de atum vencido (só vi depois da primeira dentada - garçonete mentirosa!) sentada na privada do banheiro de empregada. Não foi o cúmulo da bizarrice, foi descanso merecido pras minhas pobres pernas.

Tanto cuidado pra isso
Ficou decidido de antemão que os computadores não iriam com a mudança. Coisa do meu irmão, porque eu teria deixado ir na boa. E foi ele quem veio à noite trazê-los de carro. Beleza! Minha mãe foi dar uma mão, e enquanto eu pegava uma das CPUs e duas sacolas com fios, mouse, etc., ela se prontificou a carregar os dois monitores de uma vez. Eu e meu irmão descobrimos que essa foi uma ideia muito idiota da nossa parte quando ela deixou um deles cair perto do elevador, no piso cerâmico! Não precisa perguntar, claro que era o meu. E pode perguntar se depois funcionou. Simmmm! Ó minha cara de alívio. [Imagine.]


OPS: ainda sem internet, postando escondidinha no trabalho... não conta pra ninguém! hehehe
Tudo voltará ao normal no sábado.

8 comentários:

Eraldo Paulino disse...

Seu post me deu uma preguiça danada.
Pensa num cara que odeia essas coisas de mudança e tals...

E ó, não briga com teu irmão não. Eu sei o que é ser desastrado e mostrar isso justamente quando tentamos ajudar rsrs

Bjs!

Michele P. disse...

Alline

Não diria que mudança é uma coisa chata porque não considero. Sou uma adepta da vida cigana. Mas que é cansativo, isso é!Sem contar as perdas, as coisas que somem com o transporte e só vamos encontrar muito tempo depois, quando já foram esquecidas.

Desejo muita paz no seu novo lar!

Bjos

Nó! disse...

e em breve o conforto de um novo lar x)

Eliana Lee / Lu Maria disse...

Imaginando cara de alívio... rsrsrs Mas que safadeza do Mussunzinho! falta de respeito com a bola dos outros!!! Mudanças são coisinhas complicadas, mas parte da vida. Tudo bem por aí? Menos correria? Por aqui, pouquinho de calma...

Eliana

Lana disse...

E a minha casa, depois de quase dois meses ainda está com cara de mudança, e o meu monitor por enquanto é a TV, de verdade....
Beijo e boa arrumação por aí.

Ricardo Rayol disse...

ahahahaha, isso que eu chamo de uma descrição descritiva de uma das coisas mais bisonhas da humanidade. Já mudei tanto que perdi as contas :S

Luna Sanchez disse...

Allineeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee, tu comeu sanduíche vencido um dia depois de ter piriri? oO

Ó, eu não conto pra ninguém, não, e achei uma doçura me visitar, lá no blog, mesmo sem Net em casa, viu? ^^

Beijo, beijo, querida.

ℓυηα

Carmem Tristão disse...

ai que sufoquiiiioooo!!!!! coitada! pelo menos tá viva né!!!!! o caso da bola já teria sido motivo suficiente pra eu surtar rsrsrsrs

agora vamo falar sério: dois monitores de uma vez só? mãe da gente que não costuma ser novinha???? com todo respeito, como diz minha vó: que idéia de jerico hein!!!! rsrsrsrsrs com todo respeito hein!!!!!!!

beijo!!!!