terça-feira, 10 de agosto de 2010

você é o que você veste?

Se você anda com um réptil verde estampado do lado esquerdo do peito é visto com bons olhos, as vendedoras te disputam a tapa, achando que sua carteira está recheada não de carnês e papéis, mas de dinheiro e cartões de crédito, e que sua vida é gastar, gastar e gastar sem fazer contas no fim do mês.

Agora se você não tem um réptil na roupa para chamar de seu, não se deprima, não se reprima. Você não vai morrer por isso, ninguém nunca morreu, mas se fizer questão, questão mesmo, não será nada trabalhoso achar um jacarezinho amigo nos camelôs da vida, assim como aqueles trajes com as três famosas listras e itens afins.

Mas pensando bem, para que isso tudo? Você não vai ficar melhor, mais rico, mais bonito, mais chique, mais feliz. Por dentro será o mesmo de sempre. Então relaxe e vista o que quiser, seja o que quiser, faça o que quiser.

5 comentários:

Nanda disse...

Singelo raro dom!
Gosto muito do que escreve.
Parabéns!:D

Allyne Araújo disse...

rsrsrs isso de ser exatamente aquilo q se veste é besteira.. as vezes qm se veste de grife é mais sem conteudo do que a certeira que guarda dinheiro.. beijoooooo Li!!!!

vida cotidiana disse...

Eu tento não seguir nenhum estilo, mas com a idade a única preocupação é não ficar ridiculo, rsrsrsr, de resto só a criatividade.

Alline disse...

Nana:
Valeuuuu! =DDD

----------

Nine:
E como as pessoas julgam pela roupa, reparam, medem, rotulam. É muito pobre demais da conta, sô!
Conhecimento, graças a Deus, é de graça, pra quem corre atrás, e não depende só de escola.

Beeeijo, Linda!

----------

Ana:
Eu também tenho essa preocupação, por isso nem uso mais uma camiseta com a inscrição "Sexy" no peito. É muito pra minha cabeça... rsrs

Ana B. disse...

não gosto de chamar a atenção, nem pelos répteis, nem pelo rídiculo... mas o post tá certinho... "por dentro vc será o mesmo de sempre"