sábado, 28 de agosto de 2010

alquimia

Querendo ou não, gostando ou não, um dia você vai ter que enfrentar o fogão cara a cara. E eu digo sem a mínima vergonha que realmente não nasci pra inventar quitutes delicinhas, mas querendo ou não... lá fui eu me meter onde não fui chamada. Ops, fui, sim! O prato do dia? Carne ensopada. Quer coisa mais básica que essa? Chorei pela cebola picada, joguei a carne na panela e fui acrescentando o que tinha de tempero em casa, inclusive uma mistura pronta que eu nunca usei na vida. O gosto? De nada no começo. Como pode? Coloquei mais de tudo - do tal preparado de potinho, de pimenta, de cominho, de cebola... dei um tempo, fui provar e... tchan, tchan... voilà... molho salgado até a última gota. Assim não dá! Botei umas batatas que estavam cozinhando pro purê, não adiantou. Botei mais água, mais e mais. Ficou uma sopa... salgada. Como último recurso dos desesperados de plantão, namorado foi pedir auxílio pro Google. Duas receitas consideradas infalíveis: vinagre e açúcar na mesma proporção, ou umas gotinhas de limão. Pensa que medi, ou escolhi uma delas? Joguei tudo de uma vez. E seja o que Deus quiser! Primeiro ficou uma coisa com cheiro de vinagre puro, bizarro. Ai, ai, ai. Ainda bem que passou rapidão e ficou mais suave, mais... docinho. Docinho? É... quase isso. Mas aí deu pra engolir. Depois de tanto trabalho, e bota isso, e mexe, e coloca mais aquilo, namorado e eu comemos sem reclamar. Essa alquimia toda até que deu certo. Agora nada de usar mais o tempero pronto, hein?

10 comentários:

Eder Asa disse...

HAHAHAHAHAHA'
Chorei de rir aqui rsrsrs
Eu nem me arrisco na selva de perigos que é a cozinha...

Ana B. disse...

a cozinha tb não é minha melhor amiga... mas é preciso dar um jeito, né?

uehehehe

xD

=***

Eraldo Paulino disse...

rssrssr

Me lembrou a experiência de uma ex-namorada ao tentar fazer sopa...

...

Melhor nem comentar rsrs

Bjs!

Alline disse...

Eder:
Eu tive que me arriscar, pro bem e pro mal. Mas ainda vou me sair bem, você vai ver. ;)

----------

Eraldo:
E sopa não é mais fácil? Comenta, vai... rs
Fritar ovo eu sei, viu? E fazer brigadeiro, pipoca... algumas outras coisinhas....

Beijo!

Menina Misteriosa disse...

Eu também não sou muito adepta dessa alquimia... por isso, fico quietinha com o básico.
Quanto às dicas, bem úteis! ;)

Beijo

MeninaMisteriosa

Rômulo disse...

Ainda bem que não sofro disso ;D Mamãe me ensinou direitinho

...

Mas confeço que já consegui queimar miojo. E não foi um experiência das melhores.

Alline disse...

Menina:
Eu gostaria de saber, para usar em algumas ocasiões, mas não sempre. Enjoa, sabe? rsrs

Beijoooo

---------

Rômulo:
A minha me passou essa falta de gosto pela cozinha. Sorte dela - e minha - que é muito boa de forno e fogão.

Miojo nunca queimei, mas arroz... foi por um triz hoje. rsrs

Luna Sanchez disse...

Ai, que tristeza! Rs

Eu mando bem na cozinha. Mais do que isso : tenho prazer em cozinhar. Só não sou muito de preparar doces, sabe, Li?

Já te contei a história da panqueca? Minha irmã, logo que casou, perguntou ao marido o que ele queria almoçar no domingo (corajosa, já que não sabia nem fritar ovo) e ele (coitado) disse que "Uma panqueca iria bem..."

Ela foi para a cozinha e tentou fazer a massa que, de muito fina ou muito grossa, sei lá, não deu certo, e as panquecas se partiam. Lá pelas tantas conseguiu preparar uma, UMA ÚNICA. Recheou e colocou no prato muito bem decorado, acompanhada de arroz e salada. Ele tinha mesmo dito que "UMA panqueca cairia bem", afinal...hohohoho

Beijo, beijo.

ℓυηα

Alline disse...

Ai, que falta de prática a minha... rsrs... eu até cozinhava alguma coisa, por brincadeira, não por obrigação. Por prazer é legal, eu sei, mas só acho graça quando é de vez em quando... bem de vez em quando. rs

Essa eu não conhecia. Tadinha! Eu sei o que é você querer impressionar o amadão, eu mesma tô tentando fazer isso.
Então... uma panqueca é melhor que nenhuma panqueca, não achas? ;) Imagino que ele, compreensivo, deve ter aplaudido de pé e comido com gosto, que nem meu namorado com meus pratos destemperados.

Beijoooooooo!!!!

Renata de Aragão Lopes disse...

Cozinhar é delicioso
enquanto ritual.

Como rotina,
deve ser complicado...

Beijo,
Doce de Lira