quarta-feira, 2 de setembro de 2009

nojentinho s/a

Olha, fazia tempo que eu não via um filme de terror. Em primeiro lugar porque depois que cresci já não me assustava facilmente com os malvadões inspirados pelo demo, e também porque um chuá de ketchup com outras gosmas artificiais de acompanhamento e uma loirinha em pânico não seriam atrativo suficiente para mim. Mas tive que dar uma chance a "Arraste-me para o Inferno/Drag me to Hell". A história da moça que trabalha no banco e é amaldiçoada pela cliente que tem um pedido de empréstimo negado não é nada de excepcional em termos de roteiro, mas me chamou a atenção pelo diretor, Sam Raimi, que prometia trazer de volta o clima de "Evil Dead". Me rendi.

Vi o filme sem pipoca e sem chocolate, para prestar atenção (e não ver a pança crescer mais tarde). Até a metade dei uns três daqueles meus gritos insuportáveis de susto e virei o rosto para tentar escapar das nojeiras que saltavam da tela. São parte do pacote, não é? Ah...
Depois o filme ficou mais cômico, e tudo parecia gozação e os gritos cessaram. A história prosseguiu sem o clima aflitivo do início e adivinhei o final, mas não deixei de gostar. Para mim, foi um bom filme do chamado terrir - gênero em que você começa tenso e acaba rindo.

3 comentários:

Raphael Rocha Lopes disse...

Alline, vi e não gostei. Está mais para terrível...hehe...
Mas, concordo, está cada vez mais difícil um filme de terror decente.

Mônica disse...

Huummm...vou conferir a dica!!!Adoro terror, mas daquele estilo "O Iluminado", "Exorcista", sabe??? Passando para colocar a leitura em dia, rs!!!Bom final de semana!bjuuus

Alline disse...

Raphael:
Ah, é questão de gosto, né? Claro que nem dá pra classificar como terror de primeira..

Mônica:
Não é exatamente uma dica, mas um comentário. ;)
Filmes como "O Exorcista" e "O Iluminado" eu nunca mais vi. Quando souber de um que esteja à altura, me avise.
Beeeeeeeijo!