quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Living la vida loca

A médica 1 viu o raio-x e afirmou que eu estava com pneumonia e me indicou antibiótico + expectorante + repouso. Um dia depois, o médico 2 viu o mesmo exame e disse que meu pulmão estava perfeito e poderia ser uma virose. De quebra, me presenteou com a receita de um antialérgico. A essas alturas, e com a falta de ar batendo as portas, em quem acreditar? Na dúvida, meu bem, vou de antibiótico + expectorante + repouso + antialérgico + esperança de que tudo isso faça efeito logo.

6 comentários:

L. M. de Souza disse...

vai pro desempate, pede a opiniao de um terceiro. dai se ele disser que é uma terceira coisa...

Alline disse...

L.:
Exatamente o que farei. Valeuuu!

Cayo Candido disse...

Que medo desses médicos, mas os melhor mesmo é ficar em casa com receita! hehe! Beijos

vida cotidiana disse...

Rx de pulmão com pneumonia é a coisa mais básica para se ver, com certeza o 1º médico estava certo, Mas vale o desempate. Uma pena que a nossa medicina esteja assim. Tenho medo.

Lana disse...

Oi Alline!

Bom, no seu caso, também acho que vc deve ir a outro médico para ter uma terceira opinião. Só que o médico 2 diagnosticar uma virose e dar um antialérgico? Estranho né? Eu tenho bronquite alérgica e morro de falta de ar às vezes.

E quanto às unhas, vc acredita que hoje eu pinto melhor a mão direita? Acho que por começar sempre por ela eu acabo ficando sem paciência de pintar direito a esquerda... hehehe.
antes eu só tinha uns 5 esmaltes também e veeelhos...

Beijos! E obrigada pela visita!

Alline disse...

Cayo:
Mas é sempre assim - a gente só fica em casa quando tá doente... rs

Ana:
A primeira médica deu o diagnóstico sem ver o laudo! O colega da mesma clínica que fez essa parte já discordou dela, assim como os outros dois médicos que vi depois. Eu também tenho medo.

Lana:
Oi! Hoje consegui resolver meu problema - acho.
E falando em unhas, no meu caso é falta de coordenação com a esquerda. Ela só é boa pra fazer os salamaleques da dança do ventre. rsrs
Beijos!
e vou voltar, viu?