terça-feira, 17 de maio de 2011

TEM DE TUDO, DE TUDO TEM

Tem quem olhe e estique o pescoço, curioso, desejoso. Tem quem ache que foi de menos... o que é que eu posso fazer, minha gente? Tem quem considere "bonito", "legal". OK, OK. Tem quem elogie respeitosamente, ao que agradeço - muy respeitosamente. Tem quem esteja com inveja, louco pra que tudo despenque logo. Assim não! Tem quem diga que vai fazer o mesmo algum dia - uma já fez! Bravo, bravíssimo!!! Tem quem não dê a mínima e ainda tem quem nem sonhe com essa história e se eu não dissesse nunca saberia. Meus duzentos e trinta eme ele vão muito bem, obrigada.

5 comentários:

Raphael Rocha Lopes disse...

Ops... provavelmente eu tentaria esticar o pescoço discretamente, rssss

Eraldo Paulino disse...

Boa!

Aliás, boa é uma ótima definição(machista mas não tão menos real) de você.

Bjs, querida!

Alline disse...

Raphael:
Gosto de gente sincera. Melhor assim, né? rsrs

----------------------

Eraldo:
Nada posso fazer, eu só agradeço. Mas se for isso mesmo, eu também treino pra ser boa em outras áreas. *=D

Beijos, meu querido!

Rômulo disse...

Ah vá... se é para o bem, que mal tem?!

Alline disse...

Totalmente pro bem, sem mal nenhum. ;)