quarta-feira, 25 de maio de 2011

 MANHÃ

A ponta do arco-íris desponta enquanto eu passo de leve pela rua. A mulher leva o neto pela mão e fuma e deixa seu rastro. O homem fardado observa de lado, olhos curiosos por trás do Ray Ban. A menina de tranças fica, encolhida no ponto de ônibus. Sozinha. Cachecol é pouco para ela. E muitas são as nuvens que povoam o céu. Cabeças baixas seguem o mesmo caminhar, o sinal é verde, a pressa é companheira. O relógio não para, as pernas disparam, o dia chegou!

12 comentários:

Dai disse...

O cotidiano que às vezes inspira coisas boas.

=*

Michele P. disse...

É a vida que segue!
Gostei do seu olhar de "poeta", Alline. Show!

Boa quarta-feira.

Bjs

Alline disse...

Dai:
Com arco-íris de manhã quem é que pode? Delícia de coisa boa, sô! rs

Beeeeeijo!

--------------

Michele:
é a vida que segue e a gente segue junto. E vai até não poder mais.

Esse olhar vem e vai, desde os meus 13 anos. Tem vezes que aflora, assim de repente... no meu baú tem mais alguma coisa. ;)

Beijoooss, uma bela quarta para ti

Um brasileiro disse...

Oi moça. Tudo blz? Estive por aqui. Muito legal. Gostei. Apareça por la. Beijos e abraços.

Ricardo Rayol disse...

Me senti em São Paulo, no anonimato sombrio...

Eraldo Paulino disse...

Sobre a imensidão das pequenas coisas, né?

Lindo!

Bjs!

Alline disse...

Um Brasileiro:
Oi, Moço. Tudo belezinha por aqui.
Brigada pela gentilieza. =)

Beeeijos

-------------------

Ricardo:
Floripa mesmo, a caminho do trabalho. Lagoa 330... um longo caminho, aliás. ;)

-------------------

Eraldo:
Sobre como existe um milhão de coisas ao nosso redor. Temos olhos para vê-las?

Beijobeijobeijo!

Eder Asa disse...

Hoje eu li no blog de uma amiga: "O tempo é finito e corre mais veloz que lixo em córrego durante as cheias."
Meio Cazuza, meio Drummond...

Beijooo Aline!

Os brejos ao redor de minha alma agreste... disse...

oi minha querida!!!
mas q saudade!
obrigada pelo carinho viu?
e q bela descrição desta tua crônica!
este é o cotidiano q esconde mais do q as simples passadas nas ruas e está além dos dias...
bjos!!!
Rita

Alline disse...

Eder:
Ele vai tão rapidinho que quando você vai ser ele já foi e não deixou vestígio.

Beijô!

-----------------

Rita:
Isso faz parte do meu dia a dia, enfeitado por um arco-íris repentino de manhã. Não é uma gostosura?

És sempre uma querida!

Beijoooss

A Mina do cara! disse...

é a cara de floripa... juro que lembrei das ruas de floripa...

beijo pro cê.

PS: ó, eu acho que você deveria ser mais cronista as vezes, sabia...?

Alline disse...

E eu nem falei tudo... andando por aí de olhos atentos eu vejo um mundo de coisas interessantes. Se não anoto, perco, esqueço.

Andas muito por aqui?

Cronista, eu? Parece uma ideia legal. Devo ter feito uns textos, mas sem manter regularidade.

Beijo pra ti =)