sábado, 9 de outubro de 2010

"tipo"... desnecessário

Você já cruzou com "tipo" por aí? "Tipo" é um sujeito grudento que, sem ser chamado, está sempre se metendo nas rodinhas de amigos. Quando você menos espera lá vem o "tipo" meio disfarçado entre um substantivo ou um adjetivo, sem função, sem-vergonha total. Ele pode se aproximar sem que você perceba e tomar conta da sua língua. Não tema. Desdenhe, afaste-se e siga em frente, pois "tipo" não irá desfalcar seu vocabulário ou deixar saudades.

8 comentários:

Eraldo Paulino disse...

Eu não tenho muita coisa contra o tipo, a não ser que "tipo" seja demais, "tipo"...

Bjs!

Janderson disse...

Nossa, esse post foi "tipo" assim bem na mosca. Mas, "tipo" , pô, sabe como é, as vezes o conteúdo não é importante. :P
Teu
J

Ana B. disse...

nossa, eu sofro desse mal
o "tipo" destrói meu vocabulário e eu não consigo impedir
pior q o "tipo", só o "véi" q tb é difícil de largar

Michele P. disse...

Alline

Estes tipos estão por todos os lados... E como atrapalham!

Ps: Passa lá no meu blog. Tem um dado interessante a respeito do coisas e coisas. =)

Beijocas!

Marcio Nicolau disse...

Adorei o texto! "Tipo assim", muito boa a maneira que você usa para alertar a respeito desse vício de linguagem.

Luna Sanchez disse...

Um perigo porque, "tipo", a gente pode "estar cruzando" com um desses a qualquer momento.

:p

Beijos, belezoca!

ℓυηα

Dai disse...

O tipo foi substituído por "então", o que é tão irritante quanto já que eu uso como pausa de frase

=/

beijo

Alline disse...

Eraldo:
Pois foi o exagero de uma pessoa com o tal do "tipo" que me inspirou, sabe? Eu ouvi tanto de uma vez só que resolvi escrever sobre.

Beijo!

----------

J.:
Bem sabes como eu sou... tipo apaixonada. =P

Beeeeeeeeeeeeeeeeeijo!!!

----------

Ana:
Pede pra alguém pegar no teu pé. Há séculos eu tinha mania do "mim". Mas uma menina que estudava comigo me lembrava sempre que "mim" não faz nada... rs... e eu fui me livrando da praga.

----------

Michele:
Eu não sou de corrigir as pessoas, fico constrangida, mas reparo.

Agora vou viciar nesse esquema de estatística. Muito agradecida, viu? E também por lembrar de mim.
;)

Beeeeijo

----------

Márcio:
Isso serve também pra eu ficar tipo... alerta. rsrs

----------

Luna:
Pior não é nem quando a gente cruza como ele, mas quando o dito cujo pula e gruda na cabeça e não quer mais sair. hehehe

Beijobeijo!

----------

Dai:
Nossa, tô pegando essa mania! rsrs
É aquela pausa longa, à espera do que será dito na sequência.

Toca aqui, estamos no mesmo barco...

Beijo