domingo, 24 de outubro de 2010

MUDERNIDADES

O irmão teve a melhor das intenções me presenteando com o combo teclado + mouse sem fio, ou wireless, como queiram. Instalar não foi complicado e me senti quase com um notebook na mão quando pude digitar direto da cama, com o teclado no colo. Alívio pras pernocas tão cansadas de Allinete. Mas esse teclado foge do padrão dos seus parentes próximos. As teclas BACKSPACE, BARRA DE ESPAÇO e ENTER são bem, bem menores. A interrogação, o DEL, o End e as setas direcionais foram trocadas de lugar, não sei por que motivo. Poxa, e eu, que já sou catadora oficial de milho, agora estou perdida no meio das teclas pretas, olhando, olhando e errando e voltando e refazendo. Não disse que não vou tentar. Tô aqui, ó. Mas se não conseguir corro de novo pro mundo dos fios dependurados que nunca me deixou de cabelos em pé como agora.

9 comentários:

Eraldo Paulino disse...

o futuro sempre chega à penetração desvirginante mesmo. Normal

Bjs!

Eder Asa disse...

Essas novas tecnologias são difíceis mesmo HAHA'

http://luradaquimera.blogspot.com/

Luna Sanchez disse...

Rs...eu seria um exemplo ruim já que brigo até com meu note, Li. Gosto mesmo é do meu PC grandão de mesa, minha telona e meu teclado super luxo Microsoft. Rá!

Boa sorte aí com as teclas e uma semana lindona pra ti!

=**

ℓυηα

Alline disse...

Eraldo:
O futuro chega e me toma de assalto. Acho que não sou muderna, não... rsrs

Beso!

----------

Eder:
Eu que o diga... hehehe... acho que tô ficando velha. rsrs


----------

Luna:
Sabes que já desisti? Aí, ai, me faltou paciência pra levar adiante. Botei teclado e mouse velhos de volta, com todos os fios a que têm direito. Fica pra próxima. Eu ainda vou ver se pego jeito com note ou fico com meu trambolhão aqui. Mas, cá entre nosotras, a melhor sensação de todas é com papel e caneta na mão. Incomparável. ;)

Beijooooo!!!

Luna Sanchez disse...

Total!

Eu sempre carrego um bloco pra fazer anotações soltas de coisas que passam pela minha cabeça...muitos textos nasceram assim. Dia desses precisava rabiscar um treco e cadê o bloco? Achei só um guardanapo e ele serviu tão bem ao propósito que adorei a ideia. Ando agora com um pacotinho de Snob pra casos de emergência verborrágica...ehehehehe

Beijão!

ℓυηα

Menina Misteriosa disse...

Li,
sei bem como é isso.
Mas, de repente, você já se acostumou e nem percebeu. Nossa capacidade de adaptação é algo deliciosamente intrigante! =)

Beijo

MeninaMisteriosa

Dai disse...

Ahh não, não desiste! Muita gente babando em frente a um kitzinho desse e você menosprezando? Não pode!

Sem contar que o pobre do seu irmão gastou um tico bom nessa brincadeira..rs

beijo, e se antena

Os brejos ao redor de minha alma agreste... disse...

ô Alline, vc é incrivel até pra falar de seus infortúnios digitais!
bjos querida
saudades
Rita de Cássia

Alline disse...

Luna:
Guardanapos me lembram a ocasião em que estava num bar com uma amiga e chegou um desconhecido e nos entregou um guardanapo com o desenho de nós duas. Bem bacana!
An bolsa sempre tem caneta e um caderninho. ;)

Beeeeeeeeijo!

-----

Menina:
Não me acostumei, não. Larguei depois do primeiro dia. Não fui insistente, não tive paciência. Vou guardar esse meu lado adaptativo pra outra ocasião. ;)

Beeeijooo

-----

Dai:
Dei pra minha mãe, e na mão dela as pilhas já foram pro saco. As coisas mais simples e objetivas me atraem, sabe? Deu trabalho eu já fico me coçando.

Ah, mas o combo era usadinho, estava na casa dele sobrando, por isso o presente.

Te devo um e-mail, né?
Tá saindo. ;)

Beeeeeeijo

-----

Rita:
Foi uma experiência esquisita e interessante aquela. Mas passou e já me presenteei com um teclado novo. hehehe
Bom te ver por aqui de novo!!

Beijo grande