quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Minha boca é um túmulo

O que você diria de uma garçonete que anota o pedido em um guardanapo? Eu não disse nada na hora, não me atrevi, porque a moça tinha pinta de uma versão psicopata de Salma Hayek. Tenha medo, muito medo.

6 comentários:

Mandy Oliiver disse...

Ola, visite nosso blog vc pode receber atualizaçoes direto no seu blog nos seguindo esperamos que goste dos nossos conteudos

http://ataqueid.blogspot.com/

gradecidos : Ataque ID :]

samnio disse...

Agradeço ter participado no meu blog.

Se a garçonete fosse como a descreve, acho que não dizia também nada. De outra forma dizia à moça, que não era bem feito o que estava a fazer.

http://palavrassemjeito.blogspot.com

Nó! disse...

engraçado...

li uma coisa, ainda esses dias, sobre garçonete assustadora

http://contandoporalto.blogspot.com/2010/02/epifania.html

em um blog tb

x)

Luna Sanchez disse...

Hummmmm...dependendo da minha fome, não diria nada, apenas pediria pra ser rápida.

Quando estou com fome e / ou sono, fico chata demais, nem eu me aguento!

¬¬

Beijo, beijo.

ℓυηα

Carmem Tristão disse...

ixi! típica cena capixaba! infelizmente preciso admitir que meus conterrâneos não sabem atender nem os de casa, quisá turistas!

Alline disse...

Samnio:
Eu que agradeço tua visita. Brigadão!

Hoje em dia nunca se sabe o que pode vir da outra pessoa, e já que ela tinha aquele olhar, preferi nem brincar.

Nó:
Vou olhar esse blog, sabia?
Beeeeeeeeijo

Luna:
Eu fico com dor de cabeça quando tenho fome. Ah, mas tenho mania de mexer com os outros... isto é, quando me dão abertura e quando tenho algo que preste pra dizer, claro.

Carmem:
Engraçado que depois tinha outra garçonete anotando pedidos no que parecia ser um palmtop. Tive que rir com meu namorado.