segunda-feira, 18 de julho de 2011

ASSIM

Não sou rima
nem sou concreta
sou aos pedaços
rubra
desconexa

10 comentários:

Luna Sanchez disse...

Caleidoscópica.

=)

Beijo gigante, Li.

Eder Asa disse...

Precisamos de sexo, não nexo...

Alline disse...

Luna:
Assumo - sou, sim. Girando e misturando tudo, as luzes e as cores.

Beeeijo, Amada!

----------------

Eder:
Gostei disso! Não anoto, porque não vou esquecer. rs

Eraldo Paulino disse...

Amei!

Bjs!

Allyne Araújo disse...

sendo ou nao.. mas cê a Li que eu adoro!!!!!!!!!!!!! beijo gata e se cuida!!!!

Alline disse...

Eraldo:
QUERIDOOO!!!

=)

--------------------

Nine:
Devagar tô voltando. Me esperas? Também te adoro!

Beeeeeeeiju!

♥cinderela♥ disse...

calma, linda e serena.
Beijos Meus.

Michele P. disse...

Poesia magnífica, foto idem.

Um abraço Alline!

El Brujo - Rock disse...

Vamos abstrair o concretismo e cair a farra!

Alene Mattos disse...

vindo de boas mãos, só me restava fazer o sentido contrário da maré que te levou e vir aki, conferir que o lado a pode ser um lado meu a descobrir-se!

amei essa!
e seja sempre bem-vinda ao Letras Tortas!