quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

A PEIDONA MASCARADA


Estou saindo para trabalhar, atrasada por inteiro. E lá vem o elevador. Salve! Abro a porta e dou de cara com uma mulher cabisbaixa, usando óculos escuros enormes. Ué, mas tá chovendo! Estranho mas entro, e na primeira respirada quase caio dura. Pelas barbas do Gandalf! Alguém peidou aqui e não fui eu!!! Ah, minha filha, agora não adianta tapar a cara e disfarçar, não. Eu não sei o que você fez no verão passado, mas sei que foi você que peidou e está escondendo a cara atrás desses óculos de abelhão.

Tá, tá, vou tentar manter a calma. São cinco andares e só. Tapo uma narina, deixo de respirar o quanto posso. Não dá pra fazer mais nada. O que será que essa infeliz comeu pra estar desse jeito? Deve ter sido um café da manhã atômico no capricho, com ovo e chucrute e direito a segundo round.

Quando penso que não vou aguentar mais, o elevador para e a peidona mascarada praticamente sai correndo, me deixando para trás com
seu mau cheiro.

Vou embora, vou pra rua. Quero ar!!!


3 comentários:

Eraldo Paulino disse...

hahahahahaha

Bjs cheirosos!

Michele P. disse...

Cruzes, que situação mais desagradável!

Menina Misteriosa disse...

Ai, Li, fui ficando sufocada só de ler!
Argh!

Beijo

MeninaMisteriosa