domingo, 26 de junho de 2011

AFIADA

Língua travessa
atravessa o céu da boca
para contar histórias desconexas
pelas vielas enluaradas
dessas noites de inverno.

10 comentários:

tonholiveira disse...



Aqueceu!

:o)

Michele P. disse...

Coloca "afiada" nisso!
Aplausos, aplausos!!!

;)

Boa semana Alline!

Beijossssss

Alline disse...

Tonho:
Noites de inverno precisam desse calor. ;)

-------------

Michele:
A língua agradece e não para mais de falar, pra esquecer do frio... rs

Bons dias pra ti, beeeeeijo!

El Brujo - Rock disse...

Frio desse céu vai aquecer, com sonhos duma noite de verão!

Luna Sanchez disse...

Atravessa o céu da boca e ganha o outro céu, aquele maior.

Palavras têm poder, sempre soube disso. O que descobri há pouco é que elas ficam parecidas com quem as usa, se misturam à pessoa, ganham seu jeito, seu cheiro...

Se isso é praga ou bênção? Rs...Depende do tamanho da má intenção de quem as lê.

Hohohoho

Beijos, queridíssima!

Alline disse...

Rock:
O vinho tratou de aquecê-lo antecipadamente. ;)

-------------------

Luna:
Eu bem sei que sim, e tem gente que nem percebe. Minha boca anda cheia de palavras, tenho as preferidas e vou tecendo o fio pra montar esse quebra-cabeça que sou eu. =P

Beijão!

El Brujo - Rock disse...

Não trave a língua... solte as palavras e grite os verbos!!!!

Alline disse...

Rock:
Não servem verbos gritados e palavras soltas com a língua travada? ;)

Thiago Alves disse...

Preciso de alguém que me aquece... Carência feelings

Alline disse...

Não és o único...