sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

não olhe para trás

Eu ia pela Francisco Tolentino, a rua mais caída e fedida da cidade, rumo ao terminal. Hora de ir trabalhar, baby. Então nada de preguiça ou reclamação, OK? OK. Como eu ia dizendo, eu caminhava na maior tranquilidade quando ouvi um cara atrás de mim falando no celular. Ele pedia 400 gramas a alguém. Será que minha parca audição me pregou uma peça? Não, não, foi aquilo mesmo. E depois da resposta do outro lado, que não sei qual foi, ele se justificou: "É só pra passar o tempo". Se é assim, está explicado e não se fala mais nisso. Não se fala mais nisso? Me corrijam se eu estiver com a imaginação correndo solta planeta afora, mas a primeira coisa que eu pensei foi no pó maledeto, na coca. Só pensei. Segui meu caminho e fui pegar o ônibus de todo dia sem olhar para trás.

5 comentários:

Janderson disse...

Café! Era café... lembra da animação?
Café!!!

Pepper Popps disse...

Amiga, a Bee estava pedindo 400 gramas de miçangas de cor lilás para bordar a tira do chinelinho novo que ele comprou.
Ui cabecinha maldosa a sua ahn....
KKKKKK!!!!

Beijos querida!

Cayo Candido disse...

Com 400g de algumas coisas consigo passar o tempo que é uma beleza... =P

Vladimir disse...

Alline, mas ele falou "quatrocentos gramas" ou "quatrocentas gramas"! Se foi esse último, devia ser de mortandela mesmo!
Bjs
Vladimir
http://cantodovladimir.zip.net

Alline disse...

Jands:
Vai ver que era mesmo... doidinho.rs
Ainda posto esse vídeo aqui algum dia.
Besos!

Pepper:
É, pode ser. Vai que era um estilista de chinelinhos... rs
Ah, sim, eu sei ser maldosa às vezes, e como. rs
Lilás é lindo!
Beijão!

Cayo:
Olha, eu também. Que tal duas barras de Shot, da Lacta? ;)

Vladimir:
O moço falou certinho, eu lembro bem porque reparo em como as pessoas falam. Se não era mortandela podia ser caviar ou outra iguaria qualquer, não? hehehe
Beeijo