quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012


NOSSA CANTIGA

Convido-a todas as noites prum passeio antes de dormir. Ela vem saltitando na ponta dos pés. Pés descalços da menina moleca de olhos grandes que tem a doçura e as mil cores de quem só conhece a alegria. E me leva pela mão, pela trilha de nuvens, me ensina a ser leve e flutuar. E ser.

São ternos e nossos os momentos. De jogar a cabeça pra trás numa gargalhada com os cabelos enfeitados de estrelas e preencher o céu de bolhas de sabão. E descer quicando até a ponta do arco-íris, brincar de fazer malabarismo com a auréola dos anjos e ainda ter fôlego pra pular com os carneirinhos que a gente conta. Um por um. Até eu começar a bocejar.

Quando eu esfrego os olhos com sono ela entende. Chegou a hora.

Ela segura minha mão até que eu adormeça.
Que minha criança não me esqueça.


4 comentários:

Michele disse...

"Há um menino/ há um moleque/ morando sempre em meu coração./ Toda vez que o adulto balança/ ele vem para me dar a mão" (música "Bola de gude")


Que encantador, Alline. Gostoso de ler... transmitiu uma paz... :)

Beijos

Frau Forster disse...

Lindo lindo lindo :)

Allyne Araújo disse...

Me acompanhe até as estrelas? Lá podemos brincar e esquecer que pelo mundo há a hora de crescer... Lindo isso Li!!!!!! Adorei!!!!! bjoooooo

Alline disse...

Brigada, meninas do meu coração!!!
:)