sábado, 24 de setembro de 2011

de nós dois

serei, no teu corpo, o que quiseres que eu seja
não serei mansa, mas saberei te receber

serei poesia em carícias
de dedos

sim,
me atrevo!

serei
noite que te
cobre a pele
de sonhos
e de desejo

serei

até que teu beijo me alcance
e me devasse

então
seremos

inesperados
e únicos

eu e tu.


12 comentários:

A Mina do cara! disse...

hmmmmmmmmm...

Mirella de Oliveira disse...

Ai, ai...

ADORO essas intensidades!

;)

Ana B. disse...

eu acho tão difícil comentar poemas/poesias

mas preciso comentar e dizer q gosto mto de td q vc escreve, em tds os estilos, iauahauahua

Bjooo

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Alline, seu talento é noite que cobre a nossa pele.
Beijos com carinho no seu coração.
Manoel.

Alline disse...

O Cara da Mina:
Nham-nham. ;)

-------------------------------

Mi:
Sem essas intensidades é que não vivo.

Cadê tu que eu não vi? =P
rsrs

-------------------------------

Ana:
Mas você veio, o que é mais legal de tudo.
Tô me demorando nessa fase, né? Grudou em mim... rs
Saudades!!

Beijão!

-------------------------------

Manoel:
Que é pra todo mundo dormir quentinho e feliz, coberto de estrelas.

Beeeeijo

Frau Forster disse...

saudade disso tudo...

*suspiro*

Luna Sanchez disse...

Arrepios ascendentes e descendentes aqui.

Sem mais.

=X

Ehehehehe

Lindeza!

Beijo gigantérrimo, Li!

Eraldo Paulino disse...

E se tiver vaga pra mais um? rsrs

Bjs!

Michele P. disse...

Poesia, dizem, não é para ser entendida, mas sentida.

Sintamos, pois.

Beijo Allineeee!!!
Tuas fotos estão lá no blog, à espera de votos. :)

Alline disse...

Frau:
Eu suspiro junto...

-------------------------------------

Luna:
Aqui os arrepios já estão indecentes... rsrsrs

Bitoquinhas matinais
=)

-------------------------------------

Eraldo:
Que pergunta difícil... rs

Beeeeijo!

-------------------------------------

Michele:
E cada um pode sentir de um jeito. ;)

Será que eu posso votar em mim? rs
Logo mais tô indo espiar, me espera.

Beijuuss

Artur César disse...

"sim,
me atrevo!"

como é bom uma pessoa atrevida!!

Alline disse...

Arthur:
Somos todos uns atrevidaços, não? ;)