terça-feira, 13 de dezembro de 2011

É teu...
Pra ti, flores da estação na janela. A casa arejada e a porta da frente sempre aberta. O cheiro de banho tomado no corpo, a roupa escolhida com esmero, no ar as músicas que me tocam e quem sabe te tocarão. Os olhos brilhantes de alegria e desejo, os lábios entreabertos, o peito em desassossego esperando tua chegada. Os braços loucos pelo teu abraço, os braços cheios de lembranças do aconchego do teu ombro, do teu cheiro, do teu riso que me anima. E eu, eu aqui, sincera, pura, viva, pulsante. E pra ti, saiba, não se esqueça, pra ti todo o meu amor.

4 comentários:

♥cinderela♥ disse...

Que assim seja =)

Beijos e Sorrisos

Allyne Araújo disse...

aiii Li! que coisa mais linda! O mais legal de tudo é que esse seu poema ficou muito lindo! Beijo Benzin!!!! te adoroooooooooooooooooooooooooooo!

A Mina do cara! disse...

eu acho que você deve voltar a colocar a Nina por aqui... eu acho...

beijos

Luna Sanchez disse...

"Tu vens,
tu vens,
eu já escuto
os teus sinais..."


Lindeza de viver!

^.^

Um beijo, querida Li.